Sinuelos de sonho: Maria Pampim

SINUELOS DE SONHO
Maria Pampim

 Tamanho da fonte 
Sou prenda inda jovem, sei, 
mas tenho conhecimento 
de aprender o que é de lei, 
pra sofrenar sofrimento. 

Pouco a pouco num remanso 
vou preparando o futuro. 
Nessa lida não me canso 
não me afoito, não me apuro. 

Envolvo assim docemente, 
dentro do peito onde trago, 
num coração mui ardente 
relíquias desse meu pago. 

As planícies, as canhadas 
as pradarias sem fim, 
onde os potros em manadas 
são pedacinhos de mim. 

A cacimba de água clara; 
as vertentes cristalinas, 
donde lavei, minha cara 
em suas águas divinas. 

A carreta que andou tanto 
e agora não se vê mais, 
ficou para trás nalgum canto 
cochilando nos varais. 

Tanta coisa por sua vez, 
que se fez, tão macanuda, 
A gente muda, talvez, 
mas o pago nunca muda. 

E aparto o certo do errado. 
Cruzo a porteira pra estrada 
com o destino traçado 
porque assim fui ensinada. 

Nos peçuelos da esperança 
levo os sonhos que puder, 
do meu ontem de criança... 
pra um amanhã de mulher!

Fonte: Quapos


Neste blog, informaremos os gaúchos com notícias sobre: a cultura do Rio Grande do Sul, CTGrodeiobaileprendapeãocavalosfestas típicasfestivais de músicaagenda de artistas e muito mais...

        Você sabia? O Blog da Pithan Pilchas é atualizado todos os dias, por isso recomendo que siga nosso TWITTER (@pithanpilchas), RSS FEEDFACEBOOK ou cadastre seu endereço de e-mail para receber nossas atualizações por e-mail.

Comentários

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página