GANHE 5% DE DESCONTO

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

A filha do Patrão

A FILHA DO PATRÃO
Apparício Silva Rillo
  
Meu coração tafuleiro 
se abichornou, certo dia, 
trampeado na simpatia 
pela filha do patrão. 
Mas porém não lhe arrenego, 
meu coração foi um cego 
guiado pela ilusão, 
que não mediu a distância 
de um amor de dona de estância 
pra um bem-querer de peão! 

Como o destino capricha 
quando desanca um infeliz! 
Eu mesmo trouxe o juiz, 
o sacerdote, o escrivão, 
que uniram pra eternidade 
certo moço da cidade 
e a filha do meu patrão. 
Que festa! a noiva bailava, 
e eu no sereno chorava 
por vê-la rir no salão! 

De tudo quanto sucede 
no meu viver de índio pobre, 
dou jeito pra que me sobre 
o que há de bom na lição. 
Cada qual no seu rodeio, 
apartando do seu meio 
quem lhe entenda o coração, 
sem nunca pôr esperança 
na flor que a mão não alcança 
- como a filha do patrão!

Você sabia? O Blog da Pithan Pilchas é atualizado todos os dias, por isso recomendo que siga nosso TWITTER (http://www.twitter.com/pithanpilchas), RSS FEED, FACEBOOK ou cadastre seu endereço de e-mail para receber nossas atualizações por e-mail. 

Um abraço e muito obrigado por visitar o blog.

Comentários

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página