Ninguém me Arranca do Sul Vanoci Marques

Ninguém me Arranca do Sul
Vanoci Marques


Assim vou deixar escrito
No manto branco da geada,
Meu chasque não desaponta
Rio grande de ponta a ponta
Te amo em troca de nada...
E só vão conseguir ler
Viajantes da madrugada,
Sou filho dessas coxilhas
Com sangue de farroupilha
Trago as veias carregadas.


Ninguém me arranca do sul
A não ser que deus me mande,
Se em defesa do estado
Eu partir pro outro lado
Levem meu corpo enrolado
Na bandeira do rio grande.


Nasci num rancho gaúcho
Fincado à beira da estrada,
Mantenho desde criança
Amor e muita confiança
Neste sul, terra abençoada...
Pra manter tua trincheira
Protegida e respeitada,
Cada gaúcho é um soldado
Frente ao batalhão armado
Com as fronteiras controladas.


Ninguém me arranca do sul
A não ser que deus me mande,
Se em defesa do estado
Eu partir pro outro lado
Levem meu corpo enrolado
Na bandeira do rio grande.

Comentários

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página