GANHE 5% DE DESCONTO

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

Denúncios contra o MTG

Diretor da fundação do MTG recebia comissões

As novas denúncias em torno do MTG trouxeram à tona outra revelação: a de que o ex-diretor da Fundação Cultural Gaúcha, Rogéro Bastos, recebia comissões para captar recursos para eventos da entidade. A novidade surgiu depois que procurei o ex-presidente da Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas, Manoelito Savaris, para que falasse sobre o pedido da Câmara Municipal, que quer ter acesso às notas fiscais do Acampamento Farroupilha e do Desfile Temático. Ocorre que na planilha enviada pelo Savaris e Vinícius Brum, que é presidente da comissão municipal, aparece uma receita de R$ 80 mil, referente ao patrocínio da Nestlé. Porém, o vereador Bernardino Vendrúscolo (PMDB) teve acesso a um recibo no valor de R$ 100 mil.

Segundo Savaris, a diferença faz parte da comissão paga a quem captou o patrocínio. O ex-presidente da comissão estadual não soube dizer quem recebeu essa comissão. Na conversa, declarou que o próprio Rogério Bastos, ex-diretor da fundação, era um dos que recebiam comissões para  obter patrocinadores a enventos organizados pela entidade. Mesmo sendo assalariado da entidade, onde trabalhou até março desse ano. 

-Meu trabalho não esse na fundação. Essa comissão era como uma “hora extra”. Era um percentual menor que aquele pago a um captador profissional”, alegou Bastos ao blog, que admitiu ser o beneficiário dos 20% referentes à verba da Nestlé.

Enquanto isso, segue o silêncio do presidente do MTG, Oscar Gress, diante das denúncias feitas pelo ex vice-presidente da fundação.

Fonte: Texto de Giovani Grizotti para o Blog Roda de Chimarrão

Comentários

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página