Artesanato gaúcho

A cooperativa Mão Gaúcha, que reúne o que há de mais tradicional no artesanato do Rio Grande do Sul, aposta em peças criativas, ecologicamente corretas e na recriação de técnicas antigas para ganhar cada vez mais mercado. 
O grupo tem como origem uma cooperativa de artesãos criada nos anos 80 cujo enfoque era somente o trabalho com lã. Em 1989, ela cresceu e se tornou a Cooperativa dos Artesãos do Rio Grande do Sul (Cooparigs). Durante os anos 90, com uma diminuição do frio na região, a demanda pelos produtos de lã caíram muito. A solução foi diversificar. A Cooparigs buscou ajuda do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para cursos de capacitação e para se firmar como uma marca. Novos artesãos, com produtos alternativos à lã, se somaram ao grupo. Em 1998, foi criado o selo Mão Gaúcha.
 Pelo Mão Gaúcha já passaram mais de 300 artesãos, tendo hoje 178 artesãos diretamente ligados à produção, distribuídos em 35 núcleos no Rio Grande do Sul.
O trabalho desenvolvido pelo Mão Gaúcha, leva o selo da UNESCO, desde 2002, que o reconhece como projeto social.

Comentários

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página