GANHE 5% DE DESCONTO

CATÁLOGO DE PREÇOS ATACADO

Churrasco

Dicas sobre churrasco

Prefira carnes resfriadas
A carne bovina diferentemente do frango, ovinos e suínos, perde muito suco no descongelamento, portanto prefira a carne resfriada. Amenizando esta perda de suco no processo de descongelamento você deve começar a descongelar a carne de um dia para o outro no refrigerador, assim não haverá risco de contaminação por estar exposta ao ambiente e a carne perderá menos suco. Outros cortes como frangos, ovinos e suínos podem ser congelados, porém recomenda-se o mesmo método de descongelamento.

Alerta: Acarne deve estar embalada em recipientes próprios para alimentos, como embalagens ou potes com tampa.

Selar a carne
'Selar' a carne é um dos processos mais importantes para garantir a maciez e suculência (umidade) da carne quando o método de preparo for por calor seco (carnes grelhadas, assadas ou fritas em pouco óleo). Selar significa dourar a superfície da carne rapidamente em uma superfície bem aquecida (panela, grelha ou forno) para 'selar' (fechar, encerrar) a superfície, evitando a perda dos sucos naturais da carne e reduzindo o ressecamento. Portanto, espere até que se forme uma 'casquinha' torrada em um lado da carne para então virá-la do outro lado. Dito isto, fica fácil entender porque o hábito tão comum de espetar o bife com um garfo e virá-lo na panela com freqüência, sem deixar que uma superfície fique bem tostada antes de virar, geralmente resulta em um bife seco e bem passado.

Assar a carne com a gordura
Sempre que possível, deve-se assar as carnes com sua própria gordura. No caso da picanha, deve-se começar assar a peça com a gordura para cima, para que a carne permaneça suculenta e macia, não perdendo sua umidade natural e nutrientes. No momento em que a carne 'encorpar ', vira-se a porção com a gordura para baixo, sempre deixando a peça na parte superior da grelha.

Fonte: Embaixador do churrasco

Comentários

Postagens mais visitadas

Total de visualizações de página